O sonho tem de continuar

im000430 A construção do Ginásio-Sede foi o acontecimento mais marcante e de maior transcendência na vida do Futebol Clube Barreirense. Trata-se duma obra invulgar na sua realização, que foi possível graças à dedicação e abnegação dos sócios e povo do Barreiro.

Ontem dia 20 de Maio, a Direcção do Futebol Clube Barreirense, realizou um sessão comemorativa dos 50 anos da inauguração do Ginásio-Sede, que antecedeu à abertura de uma exposição realizada a partir de recortes da imprensa, alusivas à grande realização que marcou o clube e quem participou nela.

 

im000428 Na mesa estiveram entre outros, António Sardinha – Presidente da Mesa da Assembleia Geral do Futebol Clube Barreirense, Manuel Lopes - Presidente da Direcção do Futebol Clube Barreirense, Carlos Humberto - Presidente da Câmara Municipal do Barreiro, Regina Janeiro - Vereadora da Câmara Municipal do Barreiro, Raul Malacão - Presidente da Junta de Freguesia do Barreiro, e 3 membros vivos da Comissão Pró-Ginásio, Edgar Nunes, Edmundo Fernandes e a única mulher da comissão, Lucete Pereira.

Com a presença de um número significativo de sócios, simpatizantes e convidados, António Sardinha, Presidente da Mesa da Assembleia Geral do FCB, deu início à sessão, referindo na sua intervenção alguns aspectos da construção do Ginásio-Sede e da sua importância. “Por estas horas há exactamente 50 anos, esta sala e as rua contíguas, encontravam-se polvilhadas de gente para assistir à inauguração deste espaço. O sonho tinha acontecido... passavam-se tempos de penúria, mas os sócios e o povo do Barreiro conseguiram construir esta grande obra. Quero aqui recordar todos aqueles que participaram nela”. Relembrou depois os eventos que por ali passaram. “Passaram por aqui todo o tipo de evento, desde teatro, bailado, ópera, além dos espectáculos desportivos. Naquela altura era o melhor recinto que havia”. Abordou depois o momento delicado que o clube atravessa no presente. “É o momento de pensar o futuro, encontramo-nos numa encruzilhada e para o projecto do Barreirense ter viabilidade é preciso concretizar o projecto da Verderena, e do novo estádio, com o apoio de todos”. Concluiu depois, citando Balseiro Fragata. “Ginásio do Barreirense/Berço de heróis sem metralha/Templo que a todos convence/Do valor de quem trabalha!”

manuel_lopes Depois, foi Manuel Lopes, Presidente da Direcção do Futebol Clube Barreirense, quem usou da palavra, e sobre a data comemorativa, referiu: “É um espaço que muito nos honra, que foi construído com muito sacrifício e num período muito difícil, depois do fim da II Guerra Mundial, por isso quero aqui saudar todos os que participaram nela”. Foi depois realçada a importância da exposição. “A exposição vai estar patente na Sede do clube durante os próximos 15 dias. Gostaria que todos pudessem visitá-la para se inteirarem da sua dimensão”.

Carlos Humberto, presidente da Câmara Municipal do Barreiro, também interveio e relembrou que era muito novo quando foi inaugurado o Ginásio-sede, mas recorda-se da festa que foi. “A construção do Ginásio-sede do FCB foi uma carlos_humbertoepopeia que os cidadãos do Barreiro ajudaram a construir e serve de exemplo de que vale a pena sonhar.” Continuou depois, apelando à luta e à persistência. “É necessário construir e não desistir, persistir e combater. Com dedicação, empenho e combatividade é possível derrubar barreiras”. Carlos Humberto relembrou que o Barreiro também se pode construir pedra a pedra, como aconteceu com o ginásio e pode crescer se todos levarem a sua pedra. “Este é o exemplo que queremos seguir”, concluiu.

Houve também espaço para sócios e alguns obreiros desta grande obra darem o seu testemunho e relatarem alguns episódios da sua construção. Num dos testemunhos, Lucete Pereira, a única mulher da comissão pró-ginásio, revelou que foi muito criticado por ser a única mulher entre os homens naquela comissão, mas estas criticas ainda lhe davam mais força para continuar aquele projecto.

Edmundo Fernandes o mais novo membro da comissão, tinha 19 anos na altura, tinha a responsabilidade do pelouro cultural. Contou como foi o processo de catalogação dos livros da Biblioteca e da importância que ela tinha para o povo do Barreiro, tal como a do Luso e dos Penicheiros.

ricardo_vale Durante o sessão, Ricardo Vale, uma das maiores glórias do Futebol do Barreirense, foi ovacionado pelos presentes. Ricardo Vale, passou perto de duas décadas a jogar ao mais alto nível no clube do seu coração. Jogou durante as épocas áureas do clube, e é um dos atletas que talvez melhor personifica e incorpora a “mística” do clube e o “amor à camisola”. Rejeitou diversos convites de outros clubes da 1ª divisão, que lhe pagavam muito mais, preferindo sempre continuar Barreirense e durante a construção do Ginásio-Sede foi um "gigante", dando o exemplo ao acumular os treinos com o trabalho operário, naquela grandiosa obra.

Imagens

Último vídeo

Fabril - 1 x Barreirense - 2

Fotos Adeptos Lus.Açores - Barreirense (jun)

Próximos eventos

sábado, 17 agosto 2019 - 17:00 -18:45 : Início do Nacional da 2ªDivisão de Juniores

Últimos comentários

  • Carlos Matos
    Exibição pobre para mim que ...

    Ler mais...

     
  • Rui G
    Qual 1904... até isso roubaram....

    Ler mais...

     
  • Jose
    Apenas um relato de um roubo, muito ...

    Ler mais...

     
  • Paulo S
    Uma vez corruptos, corruptos ...

    Ler mais...

Siga-nos no...

RSS youtube facebook twitter

Contactos - www.fcbarreirense.com