1 ª Jornada - 2ª fase, 3ª Divisão, Série F, Campinense 0 - Barreirense 2

Foto: ArquivoJoão Filipe abriu à bomba, Fábio fechou com classe
 
Não podia ter começado melhor a fase de subida do nacional da 3ªdivisão, série F, para os alvi-rubros, ao arrancarem um excelente triunfo por 2-0, em Loulé, frente ao Campinense, o que fez com que a equipa de Valter Costa atingisse o comando isolado da tabela classificativa.
 Num terreno em más condições e onde o Barreirense tinha sofrido a maior derrota no campeonato (1-3 na 1ªfase), a interrogação que se colocava era se esta paragem no campeonato seria benéfica ou não para a equipa já que vinha de 8 jogos sem perder e com algumas goleadas pelo meio. 

Ao mesmo tempo, questionava-se como iria a equipa reagir à falta do seu melhor marcador, ele que não jogará mais esta época. Todas estas dúvidas tiveram resposta durante os 90 minutos desta partida onde o Barreirense demonstrou muita entreajuda, muito espírito de sacrifício e claro também muito talento, o que ajuda muito, sem dúvida. E isso acentuou-se durante os 20 minutos iniciais onde os alvi-rubros mostraram as suas credenciais. Logo no 1ºminuto, André Silva teve um belo remate que falhou a baliza algarvia por muito pouco. Depois foi a vez de João Filipe, na marcação de um livre obrigar o guarda-redes Kula a defesa apertada para André Silva na recarga ver de novo Kula negar-lhe o golo.
 Só passado esse período o Campinense reagiu e desfrutou no minuto 36 da sua melhor oportunidade por intermédio de Mindo que ao 2º poste cabeceou pouco por cima da barra, na sequência de um livre na esquerda do ataque.
 Entrámos, depois, num período onde o equilíbrio de forças predominou e onde se chegou ao intervalo com um resultado justo.

 Na 2ª parte, entrou melhor o Campinense equipa que durante 10 minutos conseguiu deter o controlo ofensivo do jogo e foi nessa altura que o avançado Lula saiu lesionado num lance em que caiu mal e onde Valter Costa deve ter ficado a perguntar "que mais irá acontecer?" já que pelo tipo de lesão, não parece muito animador o prognóstico. Fábio substituiu o seu companheiro (fez um belo jogo) e foi-se colocar como jogador mais avançado no terreno.
 O equilíbrio de forças voltou ao terreno após o empertigamento caseiro inicial mas mesmo assim os algarvios estiveram perto do golo quando o guardião Valter fez uma defesa do outro mundo a negar o golo do Campinense.
 O melhor, no entanto, estava para vir. A quinze minutos do final, surge o momento do jogo. Livre descaído pela esquerda, João Filipe ganha balanço e remata muito forte sem hipóteses para Kula. Golaço!

 Foi altura do treinador algarvio arriscar e fez, então, as duas últimas substituições. Entraram Guilherme e Vitinha e saíram José Daniel e Bruno Gomes. O Campinense acabava com 5 avançados, mas ter muitos avançados não significa criar oportunidades de golo. Antes pelo contrário, já que com o balanceamento atacante dos algarvios, o Barreirense começou a aproveitar os espaços nas costas do adversário e foi na melhor jogada do desafio que os alvi-rubros chegaram ao segundo golo. Minuto 89, após a bola ter passado por quase toda a equipa, Vasco e Rolo acabariam por servir Fábio em bandeja de ouro para fazer o golo da tranquilidade.
 Estava construída a 1ªvitória, justa, nesta fase de subida e sabe-se o quão importante é começar bem uma fase curta, com poucos jogos. Foi um prémio, também, para os muitos adeptos alvi-rubros que acompanharam a equipa.
 Boa arbitragem de João Letras, de Évora, não complicando um jogo que apesar de ter tido 6 amarelos (5 deles para jogadores do Barreirense) decorreu sem problemas.  
 
Ficha do jogo:
 
Estádio: Municipal de Loulé
Árbitro: João Letras (Évora)

Campinense: Kula; Filhó, Hélder, Miguel Teixeira e Duarte; Luis Lopes, José Daniel (Guilherme aos 77´), Dani e Bruno Gomes (Vitinha aos 80´); Pintassilgo e Mindo (Manuta aos 65´)

Amarelos: Miguel Teixeira

Treinador: Ivo Soares

Barreirense: Valter; Rolo, Mário, Gilson e João Filipe; Casa Grande, Carioca (cap.), Vasco, João Batista e André Silva; Lula (Fábio aos 55´)

Não jogaram: Diogo, André Bandeira, André Dias, Guerra, Pedro Saianda e Filipe Muendo
 
Amarelos: André Silva, Casa Grande, Lula, Mário e João Filipe
Golos: João Filipe (75´) e Fábio (89´)

Treinador: Valter Costa
Treinador-Adjunto: João Silva
 
Ao intervalo: 0-0
Final: 0-2

Ver classificação >>> 

Próximos eventos

sábado, 15 dezembro 2018 - 09:00 -10:15 : FCB(B) - Colégio Atlântico (Infantis Sub-13)
sábado, 15 dezembro 2018 - 09:00 -10:15 : Samouquense - FCB(A) (Infantis Sub-13)
sábado, 15 dezembro 2018 - 10:30 -11:45 : FCB(B) - Seixal 1925(B) (Infantis Sub-12)
sábado, 15 dezembro 2018 - 11:45 -12:50 : FCB(A) - D.João I (Benjamins Sub-10)
sábado, 15 dezembro 2018 - 14:00 -15:05 : Almada 2015(B) - FCB(B) (Benjamins Sub-10)
sábado, 15 dezembro 2018 - 15:00 -16:45 : Juv.Évora - FCB (Juniores)
sábado, 15 dezembro 2018 - 15:00 -16:45 : FCB - Amora (Juniores - Femininos)

Últimos comentários

  • Carlos Matos
    Exibição pobre para mim que ...

    Ler mais...

     
  • Rui G
    Qual 1904... até isso roubaram....

    Ler mais...

     
  • Jose
    Apenas um relato de um roubo, muito ...

    Ler mais...

     
  • Paulo S
    Uma vez corruptos, corruptos ...

    Ler mais...

Siga-nos no...

RSS youtube facebook twitter

Contactos - www.fcbarreirense.com