24ª Jornada, I Divisão AF Setúbal, Vasco da Gama de Sines - 1 Barreirense - 2

DSCF1175Ficámos com a picanha, o colinho do 1ºlugar e amanhã temos que ir para o trabalho cedo...
 
Foi mais um daqueles desafios que ficará para a história do nosso centenário clube.
O Barreirense fez mais uma exibição perfeita frente ao Vasco da Gama, equipa que apresentou 8 jogadores brasileiros no onze inicial e cujo clube é dirigido por um presidente que continua a fazer das suas. Primeiro impediu o acesso, mais uma vez, do colectivo do site do Barreirense no recinto de jogo e depois não autorizou a constituição da sua equipa ao nosso site, situação que só foi resolvida por um elemento da rádio Sines que amavelmente nos disponibilizou a equipa da casa. 

A esse elemento, o nosso obrigado, apesar de ter a indicação para não nos facultar essa informação. Esperamos sinceramente que a equipa deste sr. presidente consiga alcançar o 2º lugar no final do campeonato e que cumpra a sua promessa se não subir de divisão...o futebol não precisa deste tipo de pessoas...
Depois deste pequeno/grande aparte, vamos concentrar-nos no que realmente interessa: o jogo.
Pela frente, o Barreirense tinha uma das melhores equipas deste campeonato, o Vasco da Gama, formação constituída por bons jogadores tecnicamente, muitos deles profissionais, mas que nem isso lhe valeu perante um Barreirense que deixou tudo o que tinha e que não tinha no bem tratado relvado de Sines.
De facto, era impossível pedir mais a este grupo fantástico de jogadores que souberam sofrer e serem solidários uns com os outros durante os 99 minutos do jogo. Só assim, foi possível trazer os 3 pontos da vitória para o Barreiro que começou a ser construída aos 19 minutos, num pontapé-de-canto que Nélson Costa emendou ao 2º poste. Era o primeiro grande momento de felicidade para as centenas de adeptos barreirenses que se deslocaram até Sines e foi, igualmente, o primeiro momento do jogo onde o Barreirense foi levado ao colo, em especial, quando os colegas do Nélson Costa festejaram com ele a obtenção do golo inaugural...
A equipa da casa viria a restabelecer o empate aos 28 minutos após uma perca de bola a meio-campo do Barreirense, aproveitada por Maicon, com um remate à entrada da área, sem hipóteses de defesa para José Carlos.
Ao intervalo 1-1 no marcador.
 
Estes jogadores foram heróis, os adeptos impressionantes
 
A 2ª parte previa-se mais complicada, não só porque o Vasco da Gama jogava agora com o vento a favor, e porque a condição física poderia acabar por ditar leis até porque, antes do intervalo, Duka viu-se forçado a fazer duas substituições por lesão devido à intensidade do desafio.
Foi Daniel Direito, o capitão da equipa da casa, que incomodou José Carlos num livre, mas na resposta João Nuno tirou Maurinho da frente com um toque "abrasileirado" e cruzou para o desvio de Amadeu que deu nova vantagem aos alvi-rubros, aos 56 minutos. Pela 2ª vez, assistiu-se ao jogador barreirense a ser levado ao colo...pelos seus colegas, motivados pela obtenção de novo golo.
Na jogada seguinte, Nuno Dias aparece isolado mas Gotti negou o golo quase certo do avançado barreirense, num lance que podia ter resolvido a partida.
A última meia-hora foi terrível, com muita emoção, ânimos exaltados dentro e fora do relvado, algo normal nestas ocasiões, e duas expulsões de jogadores barreirenses: Sérgio Canas e Marcelino.
O Vasco da Gama atacava mais com o coração do que com a cabeça e apesar de algumas situações de perigo, José Carlos e restante equipa, demonstraram o porquê do Barreirense ter a melhor defesa do campeonato. Mesmo a jogar com 9 elementos, a equipa aguentou firme e hirto beneficiando de mais um colinho que veio das bancadas onde a equipa teve um apoio brutal dos adeptos abafando, por completo, os apoiantes de Sines.
Só para que não haja dúvidas, foi a 4ª vitória consecutiva do Barreirense sobre o Vasco da Gama (3 esta temporada mais uma na temporada anterior), pelo que actualmente, o 1ºclassificado do campeonato está mais que bem entregue...
 
Ficha do jogo:
 
Campo: Municipal de Sines
Piso: Relvado Natural
Árbitro: Micael Rechena
Árbitros Auxiliares: Henrique Pires e Nuno Branquinho 
Tempo: Céu pouco nublado embora com períodos de algumas nuvens e muito vento  

Vasco Gama Sines: Gotti; Luan Costa, Herbert, Roni, Maurinho, Vitor Reis, Washiton, Mikó, Maicon, Daniel Direito (c) e Alan Júnior 
 
Suplentes: Carlos Pereira; Diogo Filipe, Cadú, Filipe Silva, Filipe Sampaio e Idy
 
Cartões Amarelos: Daniel Direito (55´)  
Substituições: Vitor Reis por Diogo Filipe (75´) e Washiton por Idy (85´)   
Golo: Maicon (28´)  
 
Treinador: Carlos Lóia
Treinador-Adjunto: Edmar  

Barreirense: José Carlos; André Cansado, Valter, Bruno Costa, Marcelino, David Martins (c), Sérgio Canas, Nelson Costa, Bailão, Nuno Dias e Vasco Firmino
 
Suplentes: Carlos Soares; Nuno Couceiro, João Nuno, João Racha, Daniel Lourenço, Yoruba e Amadeu 
 
Cartões Amarelos: Vasco Firmino (21´), Nuno Dias (57´), David Martins (59´), Marcelino (61´e 88´), Sérgio Canas (68´e 82´), André Cansado (71´) e José Carlos (90´+5´)
Cartões Vermelhos: Sérgio Canas (82´) e Marcelino (88´) 
Substituições: Nélson Costa por João Nuno (35´), Vasco Firmino por Amadeu (37´) e Nuno Dias por Daniel Lourenço (77´)  
Golos: Nélson Costa (19´) e Amadeu (56´)  

Treinador: Duka
Treinador-Adjunto: João Renato 
 
  

Filme do jogo: 

 

 4'
game
  Livre de Daniel Direito para grande defesa do guardião José Carlos. Grande momento.
 9'
game
  Canto apontado na esquerda por Daniel Direito, alívio deficiente da defesa barreirense para a zona de Luan Costa que atira sobre a barra mas com algum perigo.
 11'
game
 logo_bar Passe em profundidade para Bailão que quase se antecipa a Gotti. No entanto, o guarda-redes fica com a posse da bola.
 18'
game
  Remate de Washiton, descaído pela esquerda do ataque, para defesa junto ao relvado de José Carlos.
 19'
goal
 logo_bar Golo do Barreirense: Canto de Nuno Dias na esquerda do ataque, desvio ao primeiro poste num cacho de jogadores, com o guarda-redes Gotti a socar na atmosfera, sobrando o esférico para o 2º poste onde Nélson Costa só teve que encostar. 0-1.
 25'
game
  Daniel Direito, novamente ele a conduzir um ataque pelo centro do ataque, desmarca Alan Júnior na direita, cruzamento para o corte de Bruno Costa com a bola a sobrar para José Carlos.
 28'
goal
  Golo do empate: Perda de bola no meio-campo barreirense, Maicon remata ainda de fora-da-área, a bola sobre um ligeiro desvio e entra. 1-1.
 43'
game
  Mikó, à entrada da área remata forte, José Carlos defende incompleto, surgindo Alan Júnior a rematar, já apertado, ao lado.
 47'
game
  Maurinho, defesa-esquerdo brasileiro, uma das últimas contratações do Vasco da Gama, tenta o remate com a parte exterior do pé esquerdo, a bola faz um arco mas José Carlos segura sem problemas.
 54'
game
  Mais um momento difícil para José Carlos: livre de Daniel Direito, aproveitando o vento, José Carlos defende com dificuldade para canto.
 56'
goal
 logo_bar Golo do Barreirense, é o 1-2: Magnífica jogada de João Nuno pelo flanco direito, fazendo um túnel a Maurinho, vai à linha de fundo e cruza rasteiro, para o desvio do Terror das Áreas, Amadeu, que na cara de Gotti, desvia para o fundo da baliza. Loucura nos adeptos barreirenses.
 60'
game
 logo_bar O Barreirense perde a hipótese de "acabar" com o jogo: grande lance individual de Amadeu pelo centro do terreno tirando dois adversários da frente, passe de trivela a isolar Nuno Dias que perante Gotti remata contra o guarda-redes.
 66'
game
  É o momento do Vasco da Gama arriscar o tudo por tudo: Cruzamento de Maurinho na esquerda, prensado, a bola vai ter com Alan Júnior que falha o desvio. Perigoso.
 72'
game
  Mais um livre frontal para Daniel Direito, foram muitos neste jogo, a bola é agarrada por José Carlos.
 85'
game
  Livre de Maicon, a bola passa ligeiramente sobre a barra com José Carlos a ver. Perigo.
 90+2'
game
  Remate de Daniel Direito à entrada da área, José Carlos não segura mas André Cansado tira para canto.
 90+6'
game
  O Barreirense joga com 9 elementos à quase 10 minutos e a equipa da casa procura desesperadamente o golo do empate, a bola segue para a direita onde Diogo Filipe cruza e Idy cabeceia para a defesa de José Carlos. 
       

Próximos eventos

sábado, 26 novembro 2022 - 09:00 -10:05 : FCB(B) - CRI (Sub-10)
sábado, 26 novembro 2022 - 09:30 -10:45 : Quinta Conde - FCB (Sub-13 Fut 7)
sábado, 26 novembro 2022 - 10:30 -11:35 : FCB - Seixal 1925(B) (Sub-11)
sábado, 26 novembro 2022 - 10:30 -11:45 : D.João I - FCB (Sub-13 Fut9)
sábado, 26 novembro 2022 - 11:00 -12:05 : Colégio Atlântico - FCB (Sub-10)
sábado, 26 novembro 2022 - 11:45 -12:50 : FCB(B) - Comércio e Indústria (Sub-11)
sábado, 26 novembro 2022 - 15:00 -16:45 : Portimonense - FCB (Seniores)

Últimos comentários

  • Carlos Matos
    Exibição pobre para mim que ...

    Ler mais...

     
  • Rui G
    Qual 1904... até isso roubaram....

    Ler mais...

     
  • Jose
    Apenas um relato de um roubo, muito ...

    Ler mais...

     
  • Paulo S
    Uma vez corruptos, corruptos ...

    Ler mais...

Siga-nos no...

RSS youtube facebook twitter

Contactos - www.fcbarreirense.com