6ª Jornada, 3ª Divisão, Série F, Aljustrelense 3 - Barreirense 2

Foto: Aljustrelense - BarreirenseDerrocada na mina quase dava em...empate
 
O Barreirense perdeu por 3-2 em Aljustrel mas no ar ficou a sensação que se poderia trazer um resultado completamente diferente não fosse os alvi-rubros darem 3 golos!! de vantagem aos alentejanos.
 Sem poder contar com três dos seus mais importantes atletas, João Batista, Carioca e Rolo, e com André Dias adaptado a defesa-direito e João Filipe ainda não completamente recuperado da sua lesão, o Barreirense entrou tranquilo, a jogar um futebol de pé para pé mas onde faltou chegar mais vezes às zonas de conclusão.

O domínio territorial alvi-rubro só começou a ser quebrado pela ala esquerda do Aljustrelense, local onde pontificou a maior parte dos seus ataques através de Zé Luis e do brasileiro Fio. Foi por esse lado que o equilíbrio de forças que se vivia até ao momento, se tornou num desequilíbrio no marcador e tudo porque um erro de João Filipe permitiu à equipa da casa tomar a dianteira no marcador aos 26 minutos, isto depois de Zé Luis ter centrado para a área barreirense e o defesa-esquerdo, completamente sozinho, ter atrasado de cabeça para Valter, só que o atraso de bola apanhou Pedro Alves no caminho e este não teve dificuldade para fazer o primeiro golo da partida.

 Foto: Entrada das equipasNão refeito deste choque, o Barreirense apanhou novo dissabor dois minutos depois, e adivinhem por onde começou a desenhar-se o segundo dos da casa? Pois é, pelo seu lado esquerdo do seu ataque, já que o flanco direito era um deserto de alentejanos. Mais uma vez Zé Luis cruzou e desta vez Pedro Alves apareceu ao primeiro poste a desviar, sem hipótese, para Valter.
 O Barreirense via-se a perder por dois golos e para quem não tivesse a ver o jogo parecia que tinha havido um domínio claro dos alentejanos quando apenas a equipa da casa conseguiu aproveitar as ofertas que a defesa barreirense lhes proporcionou.

 No ataque, Filipe Muendo teve um excelente remate que foi parar às mãos de Zé Manuel, mas hoje não era dia do ex-Belenenses, que esteve longe do que já lhe vimos fazer, ele que foi dos que mais sofreu pelo facto de o relvado ser sintético e nunca conseguiu embalar como tanto gosta.
 No reatamento Valter Costa deixa André Dias no banco e coloca mais um avançado, Brito. No entanto, nem um minuto depois do reinício, a bola chegou...ao flanco esquerdo e aos pés de Pedro Alves que atrasa para Fio e este dá para o remate de muito longe do capitão Nelson que marcou um grande golo.
 Com 46 minutos e 3-0 no marcador o que é que resta a uma equipa? talvez tentar dignificar o seu emblema, dizemos nós. E foi isso mesmo que a equipa barreirense fez, embora com um futebol mais atabalhoado que na 1ªparte e tentando explorar as características dos novos reforços colocados em campo por Valter Costa, Pedro Saianda e Fábio Meireles.

Foto: Filipe Muendo  Em 5 minutos, um jogo que parecia decidido voltou a ganhar novos contornos, isto porque Brito aos 71 minutos e após assistência de Casa Grande rematou ainda de fora da área para um excelente golo que Zé Manuel nem a viu. Aos 76, o mesmo Brito colocou a bola na cabeça de Pedro Saianda que com um desvio certeiro de cabeça colocou a bola junto ao ângulo esquerdo da baliza aljustrelense.
 Os últimos minutos foram impróprios para cardíacos, com o Barreirense a carregar e a ter por intermédio de Brito dois remates que foram parar à planície alentejana quando a posição onde se encontrava em campo justificava melhores resultados.
 Apesar do marcador do estádio ter ficado parado nos 88 minutos, o jogo acabaria por chegar ao fim com nova derrota fora dos alvi-rubros fora de casa.
 Arbitragem tranquila.
 
Ficha do jogo:

Estádio: Municipal de Aljustrel
Árbitro: Nuno Ferreira (Algarve)
Árbitros auxiliares: Mário Fernandes e Bruno Brás

Aljustrelense: Zé Manuel; Ricardo, Paulo Berrão, Nuno Alves e Estebainha (Duarte Patrício aos 15´); Sefardita (Tónico aos 43´), Nelson e Fio; Zé Luis (Rubens aos 79´), Alemão e Pedro Alves

Não jogaram: Marco, João Paulo, Lacaia e Georgina

Amarelo: Paulo Berrão (79´)
Remates: 5+5 (10)
Cantos: 2+0 (2)

Treinador: Francisco Fernandes
 
Barreirense: Valter; André Dias (Brito ao Intel), Gilson, Mário e João Filipe; Cita, Vasco Campos, André Silva e Mário Pessoa (Pedro Saianda aos 52´); Casa Grande e Filipe Muendo (Fábio Meireles aos 54´)

Não jogaram: Diogo, Wilson, Semedo e Patrick

Remates: 5+9 (14)
Cantos: 1+2 (3)

Treinador: Valter Costa

Ao intervalo: 2-0
Final: 3-2

Filme do jogo:
 
5´- BAR - Muendo coloca na área, com Mário Pessoa a conseguir antecipar-se a um defesa mineiro e a desviar por cima
14´- BAR - livre de Muendo descaído na direita, a bola é cortada em balão para a cabeça de Wilson que atira pare defesa junto ao poste de Zé Manuel
15´- ALJ - Estebainha sai lesionado e entra Duarte Patrício
15´- ALJ - pontapé de Zé Manuel para a frente, Alemão desvia de cabeça para a esquerda do seu ataque onde aparece Zé Luis a rematar ao lado
16´- ALJ - centro/remate de Duarte Patrício com Valter quase a ser surpreendido
19´- BAR - remate forte de Mário Pessoa com Zé Manuel a defender à 2ª
26´- Golo do Aljustrelense por Pedro Alves. 1-0.
28´- Golo do Aljustrelense por Pedro Alves. 2-0.
33´- BAR - grande pontapé de Filipe Muendo direitinho para as mãos de Zé Manuel
37´- BAR - livre de Muendo na lateral direita da área com ninguém a chegar para o desvio
41´- BAR - remate de João Filipe, torto
43´- ALJ - Sefardita lesiona-se e entra para o seu lugar Tónico
Ao intervalo - BAR - André Dias substituído por Brito
46´- Golo do Aljustrelense por Nelson. 3-0.
48´- ALJ - Gilson perde o esférico em zona proibida para Alemão que remata de pronto para defesa de Valter
51´- BAR - remate fraco de João Filipe, ao lado
52´- BAR - Mário Pessoa substituído por Pedro Saianda
54´- BAR - Filipe Muendo sai e entra Fábio Meireles
55´- BAR - novo remate de João Filipe na esquerda, cruzado mas ao lado
66´- ALJ - remate/cruzamento de Nelson junto à linha de fundo com a bola a embater no poste
68´- ALJ - livre de Zé Luis na lateral da área mas ao lado
70´- BAR - remate de Brito, torto
71´- Golo do Barreirense por Brito. 3-1.
72´- BAR - boa iniciativa de Fábio Meireles na esquerda, entrando na área e a rematar para a defesa de Zé Manuel
75´- ALJ - tentativa de Fio de longe e ao lado
76´- Golo do Barreirense por Pedro Saianda. 3-2.
79´- ALJ - Zé Luis substituído por Rubens
81´- BAR - remate torto de Brito
83´- BAR - Brito, novamente, a ter excelente hipótese para empatar a partida mas o remate sai por cima
85´- BAR - canto de Vasco Campos e Mário a falhar à boca da baliza o golo do empate

Fotos do jogo >>>  
Fotos dos adeptos >>>  

Próximos eventos

sábado, 01 junho 2024 - 09:00 -10:15 : Olimp.Montijo - FCB (Sub-13 Fut9)
sábado, 01 junho 2024 - 09:00 -10:05 : FCB - Charneca Caparica (Sub-10)
sábado, 01 junho 2024 - 10:30 -11:35 : FCB - V.Setúbal (Sub-11)
sábado, 01 junho 2024 - 11:45 -12:50 : Seixal 1925 - FCB(B) (Sub-11)
sábado, 01 junho 2024 - 11:45 -13:00 : FCB - V.Setúbal (Sub-12)
domingo, 02 junho 2024 - 11:00 -12:35 : Estoril - FCB (Sub-15)
domingo, 02 junho 2024 - 11:00 -12:45 : Portimonense - FCB (Sub-17)

Últimos comentários

  • Carlos Matos
    Exibição pobre para mim que ...

    Ler mais...

     
  • Rui G
    Qual 1904... até isso roubaram....

    Ler mais...

     
  • Jose
    Apenas um relato de um roubo, muito ...

    Ler mais...

     
  • Paulo S
    Uma vez corruptos, corruptos ...

    Ler mais...

Siga-nos no...

RSS youtube facebook twitter

Contactos - www.fcbarreirense.com