22 ª Jornada, I Divisão AF Setúbal, Desportivo Portugal - 0 Barreirense - 2

DSCF0063Matreirice de João Nuno decidiu a partida

 
Foi um jogo que teve um vencedor lógico, não só por o Barreirense ter melhor conjunto, como o soube demonstrar em campo perante um adversário que não perdia em casa à dois meses e meio mas que justificou o porquê de estar na cauda da tabela. 
O desafio despertou com laivos de equilíbrio, muito embora Miguel Gomes tenha dado um sapatada nesse mesmo equilíbrio, logo aos 6 minutos de jogo, após jogada individual pelo seu flanco (esquerdo), mas o remate acabou por passar pouco ao lado da baliza de Emanuel Mendes.


Na única vez que o Desportivo esteve perto da atingir o alvo barreirense, ao minuto 22, o ex-barreirense Ricardo Almeida teve a ocasião de rematar para o golo mas a bola acabaria por embater num colega seu desviando-a da baliza de José Carlos.
Aos poucos, o meio-campo barreirense foi superiorizando-se ao mesmo sector do adversário e isso provocou uma deslocação, cada vez mais acentuada, dos lances para a baliza do Desportivo.
Aos 35 minutos, João Nuno tem um livre ao seu gosto, na lateral-esquerda do seu ataque, e vendo o mau posicionamento do guarda-redes Emanuel Mendes, rematou, directo, para o primeiro golo da partida.
Pouco passou até que o capitão David Martins, tivesse a oportunidade de visar as redes contrárias num remate que o guarda-redes do Desportivo não conseguiu suster, e, na recarga, Valdo não foi suficientemente rápido para encostar para o 0-2 sendo contrariado por Osvaldo Silva que atirou para canto.
Num livre a papel químico do golo, no último minuto da 1ªparte, João Nuno enganou a defesa contrária ao colocar a bola ao segundo poste onde apareceu, de rompante, o capitão barreirense David Martins, para fazer o 0-2.
 
Controlo total dos acontecimentos
 
A 2ªparte decorreu sobre o signo do "mais perto do 0-3 do que do 1-2". Na verdade, a equipa barreirense controlou, a seu belo prazer, todos os acontecimentos da partida e David Martins esteve muito perto de bisar, logo aos 47 minutos, num livre que foi esbarrar no poste direito de Emanuel Mendes.
Com a entrada de Varela para o flanco direito, o jogo ofensivo teve tendência de surgir por esse corredor, que o diga Amadeu, que viu o seu colega com espaço para correr "quilómetros" e cruzar para a entrada de André Silva que rematou para a defesa, incompleta, do guarda-redes do Desportivo, tendo Cláudio, na recarga, feito golo mas o lance foi anulado por fora-de-jogo, aos 55 minutos. Golo esse que voltou a estar muito perto de acontecer, aos 75 minutos, não fosse a excelente intervenção do nº1 do Desportivo, a negar o cabeceamento de Amadeu após mais uma arrancada de Varela.
 Para fechar a lista das oportunidades falhadas, Rossano (foi defesa-esquerda na 2ªparte) foi à linha e Amadeu não soube aproveitar a excelente iniciativa do número 11 barreirense.
O Desportivo limitou-se a jogar um futebol directo, especialmente em lances de bola parada mas nem por uma vez o golo esteve perto de acontecer tal a superioridade do sector mais recuado alvi-rubro que anulou tudo, o que permitiu que a equipa somasse mais um êxito fora-de-portas (a última derrota remonta a 9 de Janeiro).
A arbitragem de Rui Chixareiro não teve qualquer influência no jogo mas, num jogo fácil de dirigir, importou-se demasiado com os bancos de suplentes e mostrou amarelos a mais sem necessidade.
 
Ficha do jogo:
 
Campo: Municipal do Vale da Amoreira
Piso: Sintético 
Árbitro: Rui Chixareiro
Árbitros Auxiliares: Ricardo Sousa e Nuno Santos
Tempo: Sol mas com algum vento

Desp.Portugal: Emanuel Mendes; Paulo Gonçalvez, Fábio Freitas, Idrissa Embalo, Nilton Marques (Amandio Ramião aos 31´), Osvaldo Siva (c), Filipe Muendo, André Dias, Ricardo Almeida, Márcio Anapaz (Tiago Lobo aos 72´) e Amadú Conaté (André Almeida ao int.)
 
Não jogaram: Aldemar Barros, Marco Chaves e Evaldo Correia
 
Treinador-Jogador: Marco Chaves  
 
Cartões Amarelos: Márcio Anapaz (32´), Amadú Conaté (35´), André Almeida (56´) e Marco Chaves (64´no banco de suplentes)    
Golos: -
   
Barreirense: José Carlos; André Cansado, Valter, David Martins (c) e Miguel Gomes (Varela ao int.); Sampaio, João Nuno e Cláudio (Pedro Pereira aos 67´); André Silva, Rossano e Valdo (Amadeu ao int.)  
 
Não jogaram: Diogo, Gilberto e Jorge Palma

Treinador: Duka
Treinador-Adjunto: João Renato
 
Cartões Amarelos: Rossano (17´), Sampaio (44´) e André Silva (90´+3´)  
Golos: João Nuno (35´) e David Martins (45´+2´)

Ao intervalo: 0-2
No final: 0-2    

 

Próximos eventos

quinta-feira, 08 dezembro 2022 - 10:30 -11:45 : FCB - Zambujalense (Juvenis Femininos)
quinta-feira, 08 dezembro 2022 - 11:00 -12:05 : Esc.Fut.Setúbal - FCB (Iniciadas Femininas)
quinta-feira, 08 dezembro 2022 - 15:00 -16:45 : Santo André - FCB (Seniores)
quinta-feira, 08 dezembro 2022 - 15:00 -16:35 : FCB - Louletano (Sub-15)
quinta-feira, 08 dezembro 2022 - 15:00 -16:45 : Costa Caparica - FCB (Seniores)
quinta-feira, 08 dezembro 2022 - 16:00 -17:30 : Jorge Antunes - FCB (Sub-19)
quinta-feira, 08 dezembro 2022 - 17:30 -19:15 : Galitos - FCB (Sub-18)

Últimos comentários

  • Carlos Matos
    Exibição pobre para mim que ...

    Ler mais...

     
  • Rui G
    Qual 1904... até isso roubaram....

    Ler mais...

     
  • Jose
    Apenas um relato de um roubo, muito ...

    Ler mais...

     
  • Paulo S
    Uma vez corruptos, corruptos ...

    Ler mais...

Siga-nos no...

RSS youtube facebook twitter

Contactos - www.fcbarreirense.com