1ª Jornada - 2ª fase, CNS, Manut. Série H, Lusitano VRSA - 1 x Barreirense - 0

 Como é fácil destruir o trabalho de uma semana
 
O início da 2ª fase começou mal para o Barreirense ao perder por 1:0, em Vila Real de Santo António, num jogo marcado por decisões arbitrais que prejudicaram de forma clara a equipa do Barreiro.
Ao longo da época tentamos não abordar estas questões, e verdade seja dita, até nem temos tido razões de queixa mesmo quando perdemos, mas hoje o resultado final transmite uma sensação de injustiça, sendo que mais do que a incapacidade do adversário para se superiorizar ao Barreirense, a questão de quem geriu o jogo e ajuíza os lances mais polémicos pendeu sempre para o mesmo lado: o dos algarvios.
Para além desse fato, o forte vento e a intempérie também marcaram presença e influenciaram a forma como as equipas lançavam o ataque.

O Barreirense foi a primeira equipa a ter uma verdadeira oportunidade de golo e isso ocorreu aos 23 minutos num roubo de bola aproveitado pelo jovem Duane (excelente primeira parte) percorrendo vários metros com a bola controlada e rematando só com o guarda-redes pela frente mas para a defesa de João Azul. No seguimento do pontapé-de-canto, Bailão desviou ao 1º poste e João Azul tirou o golo ao nº 10 barreirense.
No minuto seguinte foi o adversário que teve o seu primeiro remate no jogo num cabeceamento sobre a barra de Ailton mas a situação mais aflitiva para Kaká e única na 1ª parte surgiu aos 35 minutos após jogada da capitão Luis Firmino e desvio de Klinsman pouco por cima da barra.
Estes foram as situações mais marcantes no primeiro tempo onde um critério algo estranho do árbitro no aspeto disciplinar ao começar por mostrar cartões amarelos na primeira falta e depois poupando a expulsão por lances semelhantes fazia prever uma 2ª parte ainda mais esquisita.
E assim foi, já que aos 52 minutos, uma disputa de bola entre Walnei e Klinsman foi ajuizada de forma muito pouco clara pelo árbitro da partida e o seu auxiliar assinalando uma grande penalidade que caiu do céu e colocou os algarvios em vantagem após a conversão de Luis Firmino.
O jogo manteve a mesma bitola da primeira parte, ou seja, com poucos lances de perigo mas desta vez agravada pelo tempo perdido para equipa da casa quando a bola saía de campo isto para além das vezes em que os jogadores algarvios pediam assistência.
Um cruzamento/remate de Tijane para defesa atenta de Kaká (65´) e uma falha da defesa barreirense que colocou Diogo Martins em boa posição para visar a baliza barreirense (81´) que passou ao lado, foram as únicas verdadeiras chances de golo da 2º parte.
A jogar contra o forte vento, o Barreirense não conseguiu expressar-se ofensivamente neste período até ao minuto 90 momento em que Walnei subiu á área e ao tentar visar a baliza contrária é "abraçado" e derrubado pelo central algarvio numa falta do tamanho do Estádio Municipal de Vila Real de Santo António num testemunho confirmado até pelos simpatizantes dos algarvios na bancada.
Num jogo de 0:0 e de repartição de pontos, o Barreirense arranca para a 2ª Jornada desta fase em zona de Play-out, ou seja, no 6ºlugar.
Estaremos atentos aos próximos episódios...
 
Ficha do jogo:
 
Campo: Municipal de Vila Real de Santo António
Piso: Relvado Natural
Árbitro: Ruben Rochinha (Beja) 
Tempo: Tarde de inverno com períodos de muito vento e chuva  
   
Lusitano VRSA:
 João Azul; Pedro Neves, André Piloto, José Pedro, Luis Firmino (c), Ailton, Diogo Martins, Erik, Tijane, Klinsman e Bandarra
         
Suplentes: Pedro Pereira; Ricardo Bartolomeu, Nelson, Vieirinha, Rafael, Márcio Meira e Tiago Pulido
    
Substituições: Bandarra por Vieirinha (77´), Diogo Martins por Márcio Meira (83´) e Tijane por Rafael (90´)
Cartões Amarelos: Bandarra (16´) e Erik (69´)
Marcador: Luis Firmino (54´de gp)
        
Treinador: Lima Pereira
         
Barreirense: Kaká; Carlos André, Carlos Jesus, Walnei, Ricardo Bulhão, Crisanto, David Pinto, Duane, Bailão(c), Rúben Guerreiro e Nelson Torres 
       
Suplentes: Kevin; Janita, Nuno Afonso, Tabaluxa, David Maside, João Nuno e Hristo Gogovski 
         
Substituições: Nelson Torres por Hristo Gogovski (68´), David Pinto por David Maside (81´) e Crisanto por João Nuno (89´)
Cartões Amarelos: Carlos Jesus (14´) e Walnei (52´)
        
Treinador: Pedro Duarte
Treinador-Adjunto: Paulo Filipe  

Próximos eventos

sábado, 24 fevereiro 2024 - 09:30 -10:45 : FCB - Seixal 1925 (Sub-15 Femininos)
sábado, 24 fevereiro 2024 - 10:30 -11:35 : Alcochetense - FCB (Sub-11)
sábado, 24 fevereiro 2024 - 10:30 -11:45 : Vasco Gama Sines - FCB (Sub-13 Fut9)
sábado, 24 fevereiro 2024 - 11:00 -12:05 : Monte Caparica - FCB (Sub-10)
sábado, 24 fevereiro 2024 - 11:00 -12:15 : FCB - Lagameças (Sub-12)
sábado, 24 fevereiro 2024 - 14:00 -15:15 : Juv.Sarilhense - FCB (Sub-13 Fut7)
sábado, 24 fevereiro 2024 - 15:00 -16:45 : Juv.Évora - FCB (Sub-19)

Últimos comentários

  • Carlos Matos
    Exibição pobre para mim que ...

    Ler mais...

     
  • Rui G
    Qual 1904... até isso roubaram....

    Ler mais...

     
  • Jose
    Apenas um relato de um roubo, muito ...

    Ler mais...

     
  • Paulo S
    Uma vez corruptos, corruptos ...

    Ler mais...

Siga-nos no...

RSS youtube facebook twitter

Contactos - www.fcbarreirense.com