II Liga de Honra, 5ª Jornada, Barreirense 1 - Chaves 1

Tanto desperdício só podia dar...em empate
O Barreirense empatou, 1-1, frente ao Desp.Chaves e perdeu uma oportunidade de ouro para fugir ao seu opositor na tabela, estando agora com 5 pontos em cinco jogos. Na verdade, quem quer sobreviver nesta 2ªliga, é obrigado a vencer em casa, ainda para mais se for um adversário directo como é o caso da equipa flaviense, mas o certo é que se ainda não perdeu como visitado, também é certo que só ganhou um em três jogos, o que eleva, ainda mais, as dificuldades da equipa de Rui Bento.

Depois da má imagem deixada em Portimão, o treinador barreirense voltou a fazer alterações no onze inicial regressando Bruno Simão, Marco, Saavedra, Hugo Morais e Pedro Duarte à equipa e a qualidade de jogo subiu em flecha, em especial na 1ªparte, periodo no qual o Barreirense realizou a melhor exibição da época. Através de movimentações rápidas no último reduto flaviense, o Barreirense chegou ao golo através da marcação de uma grande penalidade, num derrube a meias entre Filipe e Kasongo a Jairson, que Carlos Xistra, de pronto, assinalou. Hugo Morais, na transformação, fez o 1-0.

A ganhar, a atitude da equipa manteve-se, ou seja, procurou sempre a baliza contrária provocando enormes dificuldades ao último reduto flaviense, onde os veteranos centrais Kasongo e Paulo Alexandre eram constantemente ultrapassados. Impulsionados por Hugo Morais (bela exibição), Manuel do Carmo viu, aos 20 minutos, Riça negar-lhe o golo. Jairson e Pedro Duarte à passagem da meia-hora tiveram o 2-0 nos pés mas a sorte não quis nada com os atacantes alvi-rubros. Pouco depois, Pedro Duarte, servido impecavelmente por Jairson, só não marcou porque Riça fez uma grande defesa na melhor jogada do desafio.

Ora, se houvesse algo que podia acalmar a enxurrada de ataques barreirenses, que melhor altura, para o Chaves, que o intervalo. E o que aconteceu depois do intervalo, foi algo de inexplicável. E equipa entrou completamente transfigurada, para pior, e dando a iniciativa ao Chaves, o jogo entrou numa fase em que a equipa flaviense começou a ameaçar as redes de Paulo Silva.

No entanto, à passagem dos 63 minutos, Miguel Ângelo podia ter acabado com o jogo mas incrivelmente a bola desviada pelo central barreirense andou a passear na linha de golo acabando Kasongo por aliviar. E como no futebol, quem não marca arrisca-se a sofrer, no minuto seguinte surgiu o golo do Chaves. Livre na quina da área barreirense, Miguel Ângelo aliviou para a entrada da área, aparecendo Carlitos a rematar apanhando no caminho, o ponta-de-lança Ailton que se limitou a desviar praticamente em cima da linha.

Rui Bento tentou, então, no banco a solução para este enorme problema que se havia metido e mesmo trocando Saavedra e Manuel do Carmo pelos estreantes Artur e Ayuk, o certo é que o desespero apoderou-se da equipa do Barreiro que jamais conseguiu ser aquela equipa desenvolta, rápida e pressionante que havia sido no primeiro tempo. O coração falava mais alto que a cabeça e apenas por uma vez o golo teve á vista, num lançe em que Miguel Ângelo quase fazia o golo de cabeça em plena pequena área.

Nos instantes finais, instalou-se a termideira no último reduto barreirense e o Chaves teve dois lançes em contra-ataque em que podia ter chegado à vitória mas a acontecer, a injustiça ainda seria maior. Carlos Xistra realizou um bom trabalho, não tendo dúvidas no lançe da grande penalidade.

Aqui fica o filme do jogo:


5'- remate à meia-volta de Carlitos, para defesa de Paulo Silva
6'- livre de Hugo Morais e o pequeno Pedro Duarte, de cabeça, atira ao lado
11'- Golo 1-0 (Hugo Morais g.p.)
17'- golo anulado ao Barreirense. Hugo Morais cruzou da direita e Jairson, de cabeça, atira para o golo mas Carlos Xistra considerou falta sobre Riça
20'- Trabalho de Hugo Morais dando a Manuel do Carmo que rematou para boa defesa de Riça
27'- canto de Hugo Morais, Miguel Ângelo não chega, a bola sobra para Rodolfo que demorou muito para rematar permitindo o corte da defesa flaviense
28'- lançamento de linha lateral para Ailton que remata para a defesa de Paulo Silva, a bola é novamente centrada e João Fernandes chuta contra um defensor barreirense com a bola a sair a razar o poste direito
31'- contra-ataque rápido do Barreirense, Jairson isola-se e perante Riça não consegue marcar sobrando o ressalto para Pedro Duarte que em desiquilíbrio atirou um tudo nada por cima
41'- grande jogada do Barreirense com Marco a colocar em Bruno Simão que falha o remate, a bola vai ter com Jairson que assiste para a entrada de Pedro Duarte rematando ao canto inferior esquerdo proporcionando a defesa da tarde a Riça
47'- Passe em profundidade de Marco para Pedro Duarte, cruza para a entrada de Jairson mas a bola acaba por ser aliviada por Kasongo
52'- cabeceamento perigoso de Ailton mas Paulo Silva segura com segurança
56'- canto de Carlitos e Paulo Alexandre, ao primeiro poste, desvia por cima
63'- remate de Hugo Morais para defesa incompleta de Riça aparecendo Miguel Ângelo que a dois metros da linha não consegue empurrar para o fundo da baliza
64'- Golo 1-1 (Ailton)
67'- Saavedra substituído por Artur
70'- Manuel do Carmo substituído por Ayuk
72'- cabeceamento de Ayuk ao lado da baliza
83'- Pedro Duarte substituído por Hugo Machado
86'- livre de Hugo Machado direitinho para a cabeça de Miguel Ângelo, que, na pequena área, atira ao lado
88'- arrancada de Marco Airosa no lado direito culminando com o cruzamento para a cabeça de Ayuk por cima
89'- falha da defesa barreirense, André Veras à entrada da área, remata mas ao lado do poste direito
90'- mais uma desatenção do último reduto alvi-rubro com novamente André Veras a tentar o chapéu mas Paulo Silva agarra com segurança


Ficha do Jogo:

Estádio - D. Manuel de Mello - Barreiro
Árbitros - Carlos Xistra ( Castelo Branco )
Assistentes- Celso Ferreira e Pedro Garcia
4º Arbitro - Francisco Bizarro

Barreirense - Paulo Silva; Rodolfo, Miguel Ângelo, Bruno Simão ( Artur 66'), Marco Airosa, Marco, Hugo Morais, Saavedra, Manuel do Carmo ( Ayuk 70'), Pedro Duarte ( Hugo Machado 83'), Jairson
Não jogaram - Pedro Cardoso, Marco Véstia, Paulo Filipe, Moreira
Treinador - Rui Bento
Adjunto - Valter Ferreira
Delegado - Rui Pedro

Marcador- Hugo Morais ( 11'GP)
Disciplina - amarelos, Pedro Duarte ( 42'), Saavedra (49')

GD Chaves - Riça; Paulo Alexandre, Bruno Madeira, João Fernandes, Carlitos ( Portal 73'), Filipe, Kasongo, Ailton, Nuno Alentejano ( André Veras 45'), Rodrigo ( Pedro Pinto 57'), Wegno
Não jogaram - Tiago, Vinhais, Isidro, Patrick
Treinador - Victor Maçãs
Adjunto - Gilberto Gomes
Delegado - Delfim Cruz

Marcador - Ailton ( 64')

Disciplina - amarelos, Kasongo ( 11'), Wegno ( 45'), Rodrigo ( 48'), André Veras ( 61'), João Fernandes ( 90+2')

Intervalo - 1-0



Nas cabines:


Rui Bento (treinador do F.C.Barreirense):

"Entrámos muito bem no jogo e já conseguimos aproximar-nos do que podemos render. Jogámos com dinâmica, fazendo um futebol agradável e em certos momentos fomos mesmos espectaculares. Foi uma primeira parte com oportunidades claras e com um grande desempenho onde só não conseguimos concretizar.

Na 2ªparte tivémos mais algumas oportunidades mas o 2-0 não apareceu. Fizémos, neste período, uma gestão no meio já que tinhamos 2 jogadores com cartão e qualquer desatenção poderia levar á expulsão. Depois na única chance que o Chaves teve marcou. A sorte, hoje, não quis nada connosco, mas tenho que dar os parabéns aos jogadores pelo trabalho que realizaram.

Alterámos o que achámos que tinhamos que alterar e fizémos tudo o que devíamos ter feito mas não fomos felizes. Este é um caminho dificíl mas jogando assim, estamos mais perto dos nossos objectivos. Infelizmente só um ponto sabe muito pouco e pode-se dizer que saiu a lotaria ao Chaves. As pessoas viram que fomos infelizes pois merecíamos muito mais."



Paulo Pardana (vice-presidente do F.C.Barreirense):

"A questão do Sandro é muito clara e não há qualquer tipo de problema. A inscrição do Sandro foi aceite pela Liga embora provisoriamente já que tem que ser confirmado pela Federação. O jogador foi correctamente inscrito e utilizado. Depois, três dias antes do jogo em Portimão, foi-nos informado que não podíamos utilizá-lo, devido a que depois do jogador ter ido para uma equipa que pertence à Federação, no ano anterior, não podería jogar, no próximo ano, na equipa que o dispensou.

A a Liga e a Federação têm interpretações diferentes e foi aí que surgiu a dúvida. Nós temos um fax da própria Liga em que nos dá razão. Acabámos por ser prejudicados, nós e o jogador claro.

Como estamos no fim do limite das inscrições para a 2ªdivisão, nós tivémos algumas propostas pelo jogador e uma delas foi do Olivais e Moscavide para onde já se encontra. O Sandro é um jogador muito querido pela massa associativa e por todos nós e desde já desejamos muitas felicidades no Olivais e Moscavide.

Ele já deu muito ao Barreirense e talvez venha a dar mais. Portanto, os sócios e simpatizantes podem estar tranquilos que os pontos que conquistámos são nossos e ninguém os vai tirar.

Em relação ás declarações do professor Neca (treinador do Aves) sobre este assunto considero-as irónicas e de mau perdedor e em relação ao dirigente do Vizela e ás suas palavras considero normais e demonstram desconhecimento da matéria. Em relação ao Hugo Morais, surgiu por aí uns boatos, mas ele está bem inscrito e está aqui para ajudar.

Acreditem nesta equipa e nesta direcção, a equipa merece e com o apoio de todos podemos acabar por cima.



Gilberto Gomes (treinador-adjunto do Desp.Chaves):

"Foi um jogo fraco. Entrámos bem nos primeiros minutos mas depois veio o penalty e o Barreirense teve 3 oportunidades negadas pelo Riça, mas o importante foi o empate.

Hoje a nossa tactica funcionou ao contrário do que havia sucedido anteriormente. Um ponto fora é sempre bom ainda para mais aqui no Barreiro. O Riça foi considerado o melhor guarda-redes da 2ªliga o ano passado e este ano esperemos que continue assim. Hoje não contámos com o avançado Roberto que nos fez falta, mas como nós costumamos dizer só faz falta quem cá está.

Foi um ponto importante para o moral da equipa, pois estávamos preparados para actuar na 2ªdivisão e com estes jogos em pouco tempo já temos alguns jogadores cansados."


Fotos do jogo >>>

Próximos eventos

domingo, 14 abril 2024 - 09:00 -10:35 : FCB(B) - Palmelense (Juvenis)
domingo, 14 abril 2024 - 11:00 -12:25 : FCB - Juv.Sarilhense (Sub-14)
domingo, 14 abril 2024 - 11:00 -12:35 : Alverca - FCB (Sub-15)
domingo, 14 abril 2024 - 11:00 -12:25 : Costa Caparica - FCB(B) (Iniciados)
domingo, 14 abril 2024 - 12:00 -13:15 : FCB - Alegria Trabalho (Infantis)
domingo, 14 abril 2024 - 12:30 -14:15 : Portimonense - FCB (Sub-14)
domingo, 14 abril 2024 - 15:00 -16:45 : Galitos - FCB (Seniores)

Últimos comentários

  • Carlos Matos
    Exibição pobre para mim que ...

    Ler mais...

     
  • Rui G
    Qual 1904... até isso roubaram....

    Ler mais...

     
  • Jose
    Apenas um relato de um roubo, muito ...

    Ler mais...

     
  • Paulo S
    Uma vez corruptos, corruptos ...

    Ler mais...

Siga-nos no...

RSS youtube facebook twitter

Contactos - www.fcbarreirense.com