II Liga de Honra, 17ª Jornada, Barreirense 0 - Leixões 2

Ano novo, os mesmos erros
Na última jornada da 1ªvolta, o Barreirense voltou a perder (é a 3ªderrota consecutiva), desta vez perante o Leixões, uma equipa com um orçamento diabólico (como havia referido Ferreirinha), se compararmos com os alvi-rubros, e dos principais candidatos à subida.
Nem a estreia do novo treinador permitiu o regresso às vitórias, o que vai dificultando cada vez mais a vida dos alvi-rubros.


Ferreirinha optou por um sistema táctico diferente do que utilizava Rui Bento, ao preferir actuar num 4x1x3x2, contando com o novo reforço Ailton na frente de ataque.

Certo é que durante a primeira meia-hora, o Barreirense bateu-se muito bem, fazendo uma boa transição defesa-ataque e conseguindo incomodar, por diversas vezes, Batista, nomeadamente em lances de bola parada.

A equipa de Matosinhos foi uma equipa que jogou no erro adversário e por pouco que não chegou ao golo num erro de Pedro Duarte, aos 16 minutos, que Marco Cadete não aproveitou.

Só no último quarto-de-hora, o Leixões subiu um pouco mais no terreno mas Paulo Silva não foi posto á prova uma única vez.
O reatamento ficou marcado pelo golo madrugador de Jorge Gonçalves, aos 47 minutos, na sequência de um livre marcado por Brasìlia, descaído pela direita, onde Paulo Silva não conseguiu segurar o esférico, aparecendo o avançado matosinhense, oportuno, a fazer o tento inaugural.

O Barreirense reagiu e através de passes para as costas da defesa leixonense, Manuel do Carmo e Moreira tiveram oportunidade para desfeitear Batista (não sofre golos à 8 jogos seguidos) mas o experiente guarda-redes não o permitiu.

Ao subir no terreno, o Barreirense ficou exposto ao contra-ataque do Leixões que aos 72 minutos matou o jogo. Marco Airosa consegue em esforço desarmar um jogador leixonense, mas a bola sobra para Guerra que isolado perante Paulo Silva, toca para Brasília fazer o segundo para o Leixões no 2º remate que os nortenhos fizeram na 2ªparte.

Animicamente, os alvi-rubros acusaram o toque e mesmo com o central Miguel Ângelo a ponta-de-lança, nestes últimos minutos não mais conseguiram incomodar a baliza de Batista como haviam feito até aí.
Venceu quem marcou, já que o Leixões soube aproveitar as falhas contrárias.

Duarte Gomes não teve problemas num jogo em que os jogadores não complicaram.

Filme do jogo:

12'- livre de Hugo Machado para defesa, a punhos de Batista
13'- livre, em posição frontal de Marco, mas ao lado
16'- falha de Pedro Duarte e Marco Cadete a aparecer, em boa posição descaído pela direita, a rematar, cruzado, ao lado
23'- canto de Pedro Duarte e Miguel Ângelo, de cabeça remata para Batista segurar
31'- livre na esquerda de Pedro Cervantes com Paulo Silva a agarrar sem problemas
33'- centro de Saavedra e Ailton a desviar de cabeça mas à figura de Batista
35'- livre de Brasília por cima
45'+2'- novo livre de Brasília, sensivelmente no mesmo local do anterior, com a bola a sair ao lado
47'- Golo 0-1 (Jorge Gonçalves)
54'- remate forte de Pedro Duarte mas por cima
56'- passe em profundidade de Marco para Manuel do Carmo que cara a cara com Batista, não consegue dominar permitindo a intervenção do guarda-redes do Leixões
58'- Manuel do Carmo por Marco Bicho
61'- passe de Miguel Ângelo, novamente em profundidade desta vez para Moreira que não consegue bater Batista
67'- cruzamento de Marco Airosa para a cabeça do pequeno Pedro Duarte, que remata ao lado
70'- passe de Marco Bicho, mais um em profundidade, para Moreira, tentando rematar mas Batista consegue antecipar-se
72'- Golo 0-2 (Brasília)
74'- Saavedra por Hugo Morais
82'- livre de Hugo Morais para defesa de Batista. Na resposta Brasília assiste Alexandre que remata para a defesa de Paulo Silva
84'- Hugo Machado por Artur

Ficha Jogo

Estádio - D. Manuel de Mello - Barreiro
Árbitro - Duarte Gomes (Lisboa)
Assistentes - Pedro Garcia e Ricardo Santos
4º Árbitro - Nuno Barata

Barreirense - Paulo Silva; Marco Airosa, Miguel Ângelo, Baltazar, Pedro Duarte, Manuel do Carmo (Marco Bicho 58'), Saavedra (Hugo Morais 78'), Marco, Hugo Machado (Artur 85'), Moreira e Ailton.
Não jogaram - Pedro Cardoso, Marinho, Rodolfo e Marco Vestia.
Treinador - Ferreirinha
Delegado - Rui Pedro
Disciplina - amarelos; Miguel Ângelo (35'), Manuel do Carmo (45') e Marco Airosa (70')

Leixões - Batista; Cleuber (Joel 57'), Elvis, Pedro Cervantes, Brasilio, Bruno China, Jorge Gonçalves (João Pedro 78'), Marco Cadete, Alexandre (Lourenço 90'), Guerra e Jorge Duarte
Não jogaram - Fonseca, Dionísio, Leão e Henrique
Treinador - Rogério Gonçalves
Marcadores - Jorge Gonçalves (47') e Brasilio (70')
Disciplina - amarelos; Jorge Duarte (20'), e Alexandre (53')

Intervalo - 0-0



Nas cabines:

Ferreirinha (treinador do F.C.Barreirense):
"Antes de mais, quero dar os parabéns aos jogadores do Barreirense pela atitude e pelo que lutaram.
Na 1ªparte fizémos uma boa transição defesa-ataque ao qual só faltou a finalização, enquanto que na 2ªparte sofremos um golo muito cedo, mas mesmo assim viémos para o ataque, mas o certo é que acabámos por sofrer novo golo e ficou tudo mais complicado.
Penso que ganhámos uma equipa, apesar de termos perdido.
Ainda falta muitos jogos pela frente, vamos fazer os reajustes necessários e com a qualidade destes jogadores é possível a manutenção.
A estrelinha que tem faltado vai regressar já no próximo jogo."

Marco Airosa (defesa-direito do F.C.Barreirense):
"Mais uma vez não tivémos sorte e o Leixões aproveitou, se bem que eles não justificaram o lugar que ocupam.
Só erra quem está lá dentro e o Paulo Silva não errou porque quis.
Ainda fomos à procura do empate mas não conseguimos marcar, agora resta-nos trabalhar para melhorar para o próximo jogo.
Cada treinador tem a sua maneira de trabalhar, o Rui Bento tem a sua e o Mister Ferreirinha tem a dele, e nós só temos que fazer o que nos mandam.
Acabei por não ser chamado para o CAN mas estou muito feliz por ter feito parte do grupo de jogadores de Angola. Agora quero continuar a trabalhar no Barreirense, que é o meu clube, para ser chamado noutras oportunidades, quem sabe para o mundial."

Rogério Gonçalves (treinador do Leixões):
"Sabíamos que era um jogo dificíl já que o Barreirense apenas tinha perdido no seu campo por uma vez.
O Barreirense entrou motivado pela troca de treinador, mas por mérito próprio, com um futebol maduro e adulto vencemos.
Penso que fizémos um jogo inteligente e que as oportunidades foram nossas. O Barreirense, na 2ªparte, limitou-se a fazer jogo directo."


Fotos do jogo >>>
Fotos dos adeptos >>>
Estatística >>>

Próximos eventos

domingo, 14 abril 2024 - 09:00 -10:35 : FCB(B) - Palmelense (Juvenis)
domingo, 14 abril 2024 - 11:00 -12:25 : FCB - Juv.Sarilhense (Sub-14)
domingo, 14 abril 2024 - 11:00 -12:35 : Alverca - FCB (Sub-15)
domingo, 14 abril 2024 - 11:00 -12:25 : Costa Caparica - FCB(B) (Iniciados)
domingo, 14 abril 2024 - 12:00 -13:15 : FCB - Alegria Trabalho (Infantis)
domingo, 14 abril 2024 - 12:30 -14:15 : Portimonense - FCB (Sub-14)
domingo, 14 abril 2024 - 15:00 -16:45 : Galitos - FCB (Seniores)

Últimos comentários

  • Carlos Matos
    Exibição pobre para mim que ...

    Ler mais...

     
  • Rui G
    Qual 1904... até isso roubaram....

    Ler mais...

     
  • Jose
    Apenas um relato de um roubo, muito ...

    Ler mais...

     
  • Paulo S
    Uma vez corruptos, corruptos ...

    Ler mais...

Siga-nos no...

RSS youtube facebook twitter

Contactos - www.fcbarreirense.com